jump to navigation

Pombos, uma praga urbana sexta-feira, 3 outubro, 2008

Posted by Danilo Ferreira - Autozine in Diversos.
trackback

O Pombo, embora seja o pássaro símbolo da Paz, é um dos maiores transmissores de doenças urbanas que existem, sendo até apelidado de “rato com asas”, de tão prejudicial que é.

Fora as doenças, pode causar entupimento de calhas (pela sujeira que ele carrega para fazer os ninhos), apodrecimento de forros de madeira, danos a monumentos históricos, danos a pintura de carros e até danos a antenas de TV, por causa da acidez das fezes. Pode também causar acidentes aéreos – principalmente com helicópteros – e de trânsito.

Para se livrar dos pombos é um pouco complicado, e começa com a oferta de comida – se eles continuarem a receber alimento, não deixarão o lugar, e se multiplicarão. Também deve-se eliminar os ninhos (como na foto), mas a limpeza exige cuidados como luvas e máscara, para evitar contaminação e doenças

Existem repelentes para pombos, a serem aplicados nas areas aonde eles ficam, e causam irritação nas aves, e também existem anticoncepcionais para pombos, mas que também podem causar problemas com as outras aves do lugar – portanto não são tão recomendados.

Dicas de almoço (em lugares que não tem pombos?) – clique aqui!

Comentários»

1. gandrade2000@hotmail.com - sábado, 8 novembro, 2008

olá…. paraty….

2. Tamires - segunda-feira, 17 novembro, 2008

Gostei muito do site!! Aprendi mais sobre Praga Urbana!

3. Lucas "Spider" - terça-feira, 18 novembro, 2008

como diriam os caras do Mundo Canibal: “O Rato que Voa Avua”

4. Guto Santos - segunda-feira, 22 dezembro, 2008

Infelizmente o crescimento da população dos pombos urbanos é um problema sério e meio ‘silencioso’ das cidades. É meio como se as pessoas gostassem de ‘engordar suas ratazanas engraçadinhas’, via de zoonoses…arghhh…rs. Detalhando à diferença da principal espécie que se adaptou melhor a vida urbana.

5. tratamento ATM - quinta-feira, 1 janeiro, 2009

fora que eles estão proximos de bares e restaurantes, um dia fui comer no mac donalds e cheio de pombos

Michelle

6. SANDRA A ZACARIAS - domingo, 4 janeiro, 2009

Moro no último andar 8 e tenho quntal, ninguem da comida aos pombos, mas les se alojaram e a cada vez mais aumenta o numero de aves. O que poderia estar causando o aumento das aves e ao que se deve eles ficarem em meu quintal se nada colabora para que fiquem… Como elimina-los…

7. Guto Santos - segunda-feira, 5 janeiro, 2009

Olá Sandra Zacarias…

No seu caso poderia tentar algumas práticas em vista de novamente ter a posse da sua “terra” ou do seu quintal…

Essas aves são extremamente adaptáveis aos ambientes urbanos e o que deve estar causando o aumento delas certamente é o acesso fácil nas redondezas a água e comida.

Ao combate-las é importante frisar que os métodos de controle possuem suas vantagens e desvantagens. Ou seja, o ideal é sempre seguir a orientação e atendimento do serviço de vetores de sua cidade para obter melhores e duradouros resultados, ok?!

Algumas considerações…

– evitar-se deixar lixo ou restos de alimentos a céu aberto, mantendo o mesmo em sacos plásticos bem fechados.

– o uso de repelentes a serem aplicados nos telhados, forros, “cantos escondidos”, etc.

– Após conseguir o afastamento (temporário) é interessante tentar cercar, o local do outrora ninho, com telas de material resistente, tal como ou alvenaria ou fios de nylon usados em pesca. Ou até mesmo telas de arame, se for o caso.

– Em último caso recorrer ao uso de anticoncepcionais – sabendo que não é uma solução rápida – que provoca a esterelização temporárias dos pombos, mas que também pode afetar outros “pássaros do bem” e que não tem nada a ver com a bagunça causada pelos pombos.

Daí a importância, para não se causar um dano ambiental maior do que a encomenda, que o uso seja sempre acompanhado por técnicos e profissionais especializados do controle de zoonoses e/ou pragas urbanas.

A prática costuma ser, por exemplo, do uso do ornitrol (inibidor reprodutivo), onde o milho ou outros grãos são cobertos por um pelo quimioesterilizante, que impede a síntese da formação da gema do ovo, atuando também na espermatogênese. Geralmente é indicado para cidades pequenas, e deve ser utilizado por um período de 2 anos para melhor se constatarem os resultados. Por isso a consulta a uma equipe de zoonoses e controle de vetores se torna tão importante para a eficácia e contenção do problema, ok?

8. Guto Santos - segunda-feira, 5 janeiro, 2009
9. isabela - quinta-feira, 5 março, 2009

Os problemas com os pombos sao muito graves eles estao por todas as cidades.!!!!!!!!!!!!!

10. junior - domingo, 8 março, 2009

pragas urbanas

11. Portal Dedetização - domingo, 11 julho, 2010

Excelente artigo…quer saber mais sobre POMBOS?, visite o Portal

12. Alexsandro - sábado, 14 agosto, 2010

Até em Lamim/MG tem essas pragas.
Vi uma dica sobre o uso de Espelhos e Cds amarrados em pedaçoes de arames, que parece espantar os “Ratos Alados”. Ainda não diz o teste, Vamos ver no que dá!

Abraço e boa sorte a todos!

13. Portal Dedetização - domingo, 29 agosto, 2010

Muito interessante

14. Lauriane Silva - quarta-feira, 1 setembro, 2010

é descolado!

15. Felipe Veiga "Dent VII" - sábado, 1 janeiro, 2011

Excelente comentário do Guto, ajudou muito com o problema de pombos que estava tendo em casa!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: