jump to navigation

Corinthians, Uma vergonha. domingo, 2 dezembro, 2007

Posted by Danilo Ferreira - Autozine in Diversos.
trackback

O título do post diz tudo.

Um time desse porte indo para a segunda divisão é inacreditável. Vergonhosa a campanha, vergonhosa a administração do time nos últimos anos, vergonhoso esperar até a ultima rodada e mesmo assim cair para a segunda divisão.

Pior – só falta algum tipo de tapetão trazer o Corinthians para a primeira divisão. O Corinthians TEM que disputar a segundona para aprender e voltar a ser um time grande.

Edit: Vale ler o comentário do Inagaki sobre essa vergonha.

Anúncios

Comentários»

1. Pascal Batzli Jr - segunda-feira, 3 dezembro, 2007

Se é que vai voltar hein… você está sendo otimista!

2. Paulie Hollefeld - segunda-feira, 3 dezembro, 2007

Não liga não… vai piorar !

3. Andre - sexta-feira, 7 dezembro, 2007

“Eu sou palmeirense, mas acho que no fundo, todos nós temos que lamentar pelo ocorrido no último final de semana. A queda para a 2ª divisão de um grande clube do futebol brasileiro pode até deixar alguns torcedores contentes, mas na verdade devíamos ficar tristes. Essa é a consequência de uma má campanha, má administração e não só a torcida, mas todos os brasileiros devíam parar para refletir o que aconteceu. Disputar a 2ª divisão não é digno de um clube tão conhecido, que já disputou inclusive a Taça Libertadores da América, por isso acho que todos nós, brasileiros e amantes do bom futebol, devemos nos unir e fazer um voto de confiança para que este clube esteja em 2009 de volta a 1ª divisão! Força, Paraná! Você é muito grande!!!!!!!!!”

4. Pascal Batzli Jr - sexta-feira, 7 dezembro, 2007

FILHO: Pai, por que o senhor sempre fala que eu tenho que ser Corintiano?

PAI: Porque o Corinthians é o melhor time do mundo filho. É o Timão!

FILHO: Mas o Corinthians não foi rebaixado para a segunda divisão? E o apelido Timão não é porque no símbolo do Corinthians tem um timão de navio?

PAI: Bem, é verdade. Mas nós só fomos rebaixados por causa de uma parceria com um fundo de investimentos chamado MSI que desgraçou o Corinthians.

FILHO: Mas não foi essa MSI que comprou o Tevez, o STJD e o Márcio Rezende de Freitas para garantir o título nacional de 2005 que na verdade foi conquistado pelo Internacional?

PAI: Foi, mas depois….AH, isso não importa filho. Nós somos a maior torcida de São Paulo e a segunda maior do Brasil.

FILHO: Isso é legal né pai!? Mas a Índia e a China são os países mais populosos do mundo e nunca ganharam uma Copa e a Itália, que é um país pequeno e com menos torcida, já tem quatro mundiais não é!?

PAI: É filho, tá certo p o r r a!!!

FILHO: Calma pai, o senhor está bravo só porque o Corinthians não é nada disso que o senhor pensava?

PAI: Pára com isso filho! Nós já fomos campeões mundiais!!!

FILHO: Sério Pai!? Quando?

PAI: Em 2000.

FILHO: Que legal, então nós também ganhamos a Libertadores em 99?

PAI: Não, na verdade quem ganhou a Libertadores em 99 foi o Palmeiras. Você não sabe que nós NUNCA ganhamos uma Libertadores em mais de 90 anos de história!?

FILHO: Ué, então porque o Corinthians jogou esse mundial em 2000?

PAI: Ah! É que fomos convidados para jogar porque ganhamos o Brasileirão em 98 e tínhamos o apoio de um grupo de investidores estrangeiros que precisava colocar o Corinthians lá./ O Vasco ganhou a Libertadores de 98 e também foi chamado./

FILHO: Entendi. Então na Europa chamaram o campeão da Liga dos Campeões da UEFA de 98?

PAI: Sim, mas também chamaram o Manchester, que venceu a Liga em 99.

FILHO: Então por que não chamaram o Palmeiras? Porque o campeão Sul-americano de 99 não foi e o Corinthians que nunca passou de uma semi de Libertadores foi?

PAI: Não sei filho, mas que merda!!!!

FILHO: Então esse torneio não foi sério. Não teve critério para as escolhas dos clubes! Mas o Corinthians ganhou do Manchester e do Real Madrid né pai?

PAI: Não. Na verdade ganhamos do perigoso Raja Casablanca com um gol roubado em que a bola não entrou, empatamos com o Real Madrid, no Morumbi, graças ao Anelka que perdeu um pênalti e depois “goleamos” o poderoso Al Nasser por dois a zero.

FILHO: E na final ganhamos de quem?

PAI: Na verdade não ganhamos. Empatamos com o Vasco por zero a zero no Maracanã e o “título” veio nos pênaltis.

FILHO: Quem foi o herói Corintiano que fez o gol do título?

PAI: Ninguém. Na verdade o Edmundo chutou pra fora e nós ganhamos.

FILHO: Mas esse ano comemoramos 30 anos do título de 77. Que campeonato foi esse tão importante?

PAI: Foi o Campeonato Paulista. Saímos de uma fila de 22 anos sem título com gol de Basílio contra a “fantástica Ponte Preta”.

FILHO: Ah, sei. Mas não foi nesse jogo que o Rui Rei, artilheiro da Ponte, se vendeu e foi expulso logo no começo do jogo só pra não fazer gols e assim ajudar o Corinthians?

PAI: Foi seu filho da p u t a, mas e daí!?

FILHO: Mas pai. Esse ano o São Paulo completou 30 anos do primeiro título Brasileiro que conquistou e ao invés de festa e camiseta comemorativa, ganhou mais um e agora eles são Penta.

PAI: F o da-se filho! Eles são Bambis!!!!

FILHO: São Pai? Mas eles me dizem que são Penta Brasileiro, Tri da Libertadores e Tri Mundial. É verdade?

PAI: É verdade filho! (de cabeça baixa)

FILHO: É verdade também que se não fosse um tal de Grafite, atacante do São Paulo, nós teríamos sido rebaixados também no Paulistão?

PAI: Você não quer falar de Fórmula 1!?

FILHO: Tá bom pai. Mas o Rubinho não é Corintiano?

PAI: P u t a que pariu moleque! É, c a ralho!

FILHO: Vixe pai!!! O Rubinho é corintiano e o melhor piloto Brasileiro da atualidade, o Felipe Massa, é são paulino. Vamos falar de futebol mesmo vai.

PAI: Calma lá!!! Mas o Senna era corintiano filhão!!

FILHO: Eu sei pai. Já me falaram isso. E me contaram que como corintiano ele não agüentou. Em 93 viu o São Paulo conquistar o Bi Mundial e o Palmeiras sair da fila em cima do Corinthians, aí percebeu que não adiantava torcer pra esse time e enfiou o carro no muro.

PAI: (APENAS SUSPIRA)

FILHO: Calma paizinho. Vamos passear, me leva no estádio do Corinthians.

PAI: (chorando) Não temos estádio p o r ra! Temos uma chácara que apelidamos de fazendinha e que é menor do que qualquer ginásio da NBA.

FILHO: (puto da vida) Chega pai! Assim não dá. Não temos estádio, não temos time, nosso título mais comemorado é um paulistão roubado, o nosso quarto título brasileiro foi mais roubado ainda, somos o único clube grande( GRANDE???? ) da capital paulista que não tem Libertadores, a nossa torcida é a segunda do país e de nada adiantou, torcida do São Caetano é mil vezes menor e já viu o time numa final de Libertadores, nosso título mundial é uma fraude, o maior ídolo da nossa torcida no século XXI é argentino e nós estamos na segunda divisão, e você ainda quer que eu seja Corintiano. Você é um fanfarrão pai!!!!!

PAI: ( um minuto de silêncio)

FILHO: Posso fazer só mais uma pergunta pai?

PAI: Pode filho!!! (enquanto seca as lágrimas)

FILHO: Pra que time torce aquele filho da p u t a do presidente Lula?

PAI: Corinthians meu Deus!!!!! Corinthians!!!!

FILHO: Mãe pode ficar tranquila, se o pai sabe de tudo isso e ainda torce pro Corinthians é porque ele gosta de ser enganado e nem desconfia que eu não sou filho do vizinho.

5. Gordo - segunda-feira, 17 dezembro, 2007

ah é? entao toma, bambi

FILHO – Pai, por que o senhor sempre diz que tenho que ser são paulino?

PAI – Porque o São Paulo é o melhor time do mundo. É o tricolor!

FILHO – Mas ele não foi rebaixado para a segunda divisão do campeonato paulista de 1990 e tiveram que fazer uma manobra para trazê-lo de volta?

PAI – É verdade. Mas isso só aconteceu por causa de uma trapalhada da Federação Paulista, e, além do mais, já faz muito tempo.

FILHO – Mas em 1990 ele também não perdeu o título brasileiro pro Corinthians?

PAI – É, meu filho, perdeu. Mas eram outros tempos, aquele time estava sendo formado, o Corinthians tinha Ronaldo, Neto, o estádio todo a favor. Deixa pra lá.

FILHO – Mas, Pai, o Morumbi não é o estádio do São Paulo? Então como é que tinha mais corintiano?

PAI – Eles estavam empolgados porque não acreditavam naquele time e de repente foram pra final. É isso!

FILHO – Mas, Pai, dos 10 maiores públicos da história do Morumbi, 6 são do Corinthians, sendo que o recorde absoluto com mais de 145 mil pessoas em 1977 também é dele. O dono do estádio não deveria ter esses recordes?

PAI – Tá, filhão, tudo bem, a torcida deles é maior que a nossa, vai muito mais ao estádio, e daí? Isso não ganha jogo.

FILHO – Mas, então por que nos confrontos diretos o placar está em 105 vitórias do Corinthians contra 86 do São Paulo?

PAI – #@$%!¨¨&*%, filho. Isso é porque eles deram muita sorte contra a gente. Não mereciam ganhar metade desses jogos. O que importa é que temos mais mundiais que eles.

FILHO – Mas, Pai, minha professora de geografia me ensinou que o mundo tem 5 continentes: América, Ásia, Oceania, Europa e África. Se a final era entre um time da América do Sul contra um europeu, pode ser chamado de mundial? Na Europa eles chamam isso de “Torneio Intercontinental”. 1 continente e ½ é mundo, pai?

PAI – Não interessa! Isso vale muito mais do que aquele torneio de verão que o Corinthians ganhou.

FILHO – Mas aquele torneio de verão teve os campeões dos 5 continentes, mais o campeão do país sede, que, por acaso, era o Brasil e que, por acaso, tinha o Corinthians como bicampeão nacional. Além disso, tinha a chancela da FIFA, enquanto o do Japão só tinha o da montadora de veículos, não é mesmo? Então está 1 a 1 em títulos mundiais não é, pai?

PAI – Cê tá de sacanagem, né, filho?! Que conversa é essa?

FILHO – Sabia que a Copa Toyota nem existe mais, pai? Se era tão boa, por que acabou?

PAI – É que agora a FIFA resolveu fazer um mundial oficial dela, com representantes de todos os continentes.

FILHO – Ah, entendi. Como aquele de 2000, né, pai?

PAI – AAAAAIIIIIIII, que raaaaaaaaaaiva! É, filho, como aquele de 2000.

FILHO – Pai, por que a copa Toyota era transmitida para cerca de 30 países com audiência estimada em 400 milhões de pessoas e o Mundial de 2000 foi transmitido para 63 países com audiência superior a 1,5 bilhão?

PAI – Não sei, moleque. Pára de fazer pergunta cretina!

FILHO – É cretinice perguntar por que a maior audiência da história do SBT foi a final da Copa do Brasil de 95, vencida pelo Corinthians, com 45 pontos de audiência, a maior audiência da história da Band foi a final do Mundial da FIFA de 2000, vencido pelo Corinthians, com 53 pontos de audiência, e dos últimos 20 recordes de audiência esportiva da rede Globo 11 são do Corinthians?

PAI – #@$%!¨¨&*%, moleque! O que é isso? Resolveu pegar no meu pé agora?

FILHO – Claro que não, Pai. Mas, não importa. Vamos falar de grandes personalidades do mundo, afinal estou vendo que o senhor já está ficando estressado. A maior cantora do Brasil de todos os tempos, Elis Regina, essa era são paulina, né, pai?

PAI – Não! Corintiana.

FILHO – Tudo bem, mas o maior ídolo do esporte brasileiro de todos os tempos, Ayrton Senna, esse era campeão, tinha que ser são paulino, não é mesmo?

PAI – Não! Corintiano.

FILHO – Beleza, Pai. Não estressa! Vamos sair do esporte. O homem mais rico do Brasil, o maior empresário que existe no país, Antonio Ermírio de Moraes, esse sim é tricolor, não é?

PAI – Não! Corintiano.

FILHO – #@$%!¨¨&*%, pai. Tá ficando difícil. Vamos mudar de novo. O presidente da república, o homem mais importante da nação. Esse só pode ser tricolor.

PAI – Não! Corintiano.

FILHO – E o anterior a ele, o Fernando Henrique, esse sim, hein, Pai?

PAI – Não! Corintiano.

FILHO – Mas o outro antes dele era, né, Pai? O Itamar.

PAI – Não! Corintiano também.

FILHO – Caramba, pai! Assim não tem jeito. Vamos mudar de sexo, então. Vamos falar das mulheres. A grande Marta, melhor jogadora do mundo do futebol feminino, a Hortência, maior jogadora de todos os tempos do basquete, a Dayane dos Santos, maior ginasta do país, pelo menos uma delas é são paulina, não é mesmo?

PAI – Não! Todas corintianas!

FILHO – Tá de sacanagem, né, Pai?! Ninguém importante é são paulino?

PAI – Claro que sim… tem sim. Aquele… o grande, o internacionalmente conhecido vocalista do Ira, o Nasi!

PAI – Chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, moleque! Assim não dá! O que mais você quer saber? Já cansei dessas perguntas irritantes.

FILHO – Tá bom, Pai, acho que exagerei. Vamos fazer o seguinte, me leva pro Morumbi, vamos ver um jogo do tricolor.

PAI – Não dá!

FILHO – Por que, pai?

PAI – Porque não temos carro.

FILHO – Tudo bem, vamos de metrô!

PAI – Não passa lá.

FILHO – Tá, então vamos de ônibus.

PAI – Só pegando dois e ainda corremos o risco de não ter pra volta por causa do horário.

FILHO – Caramba, Pai. De que vale ter um estádio grande se a gente não pode ir pra lá numa quarta-feira à noite? O Pacaembú é alugado, mas a torcida do Corinthians pode ir. Será que é por isso que toda quarta-feira eles jogam pra 20, 30 mil pessoas enquanto o São Paulo joga pra 3 mil?

PAI – (RESPIRA FUNDO E CONTA ATÉ MIL)

FILHO – Calma, paizinho, não fique nervoso. Sempre somos melhores em alguma coisa. Pelo menos somos chamados de bambis enquanto eles são chamados de gambás. Bambi é um bicho forte, valente, perigoso, voraz, não é pai?

PAI – (CHORANDO) Nããããooo, seu desgraçado! Não é! É um personagem de Walt Disney. Tá satisfeito agora, seu bobo? !!!

FILHO – Chega, Pai! Assim não dá. Eles tem mais torcida, mandam no nosso estádio, tem mais vitórias em cima da gente, tem mais torcedores ilustres, jogam em um estádio bem localizado, tem apelido macho, enquanto somos chamados de bambis, dão mais audiência na TV e o senhor ainda quer que eu seja são paulino, pai?

PAI – (UM SILÊNCIO SEM FIM)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: